Breaking News

"In My Defense": Flopada, Iggy Azalea merece todo nosso apoio

Após batalhar muito por uma nova chance, Iggy Azalea finalmente conseguiu lançar seu tão adiado segundo álbum de estúdio com muita garra, flow e potencial. No entanto as coisas não parecem ter melhorado muito para a rapper australiana.

O álbum foi lançado no dia 19 de julho e conta com 12 faixas inéditas, incluindo os singles "Sally Walker", "Started" e "F*ck It Up" que ganharam videoclipes muito bem trabalhados e icônicos (como 99% da videografia de Iggy).

Neste disco a cantora parece ter recuperado todo o folego e brilho que havia perdido após as polêmicas e frustrações que ocorreram durante a era "Digital Distorcion" que seria lançado em 2016, porém adiado e cancelado posteriormente.

Em "In My Defense" Iggy Azalea nos traz uns dos melhores trabalhos do ano, tanto sonoramente quanto visualmente, mas ao que parece até mesmo a crítica especializada está contra a artista. O álbum amargou a nota 39 (vermelha, ruim) no metacritic, sendo a melhor avaliação um mísero 50 (amarelo, mediano).

A nota do álbum no metacritic foi a motivação para a criação deste artigo, afinal de ruim o álbum não tem nada. Ao que parece, tudo que está acontecendo com Iggy é mais uma tentativa da mídia acabar com a carreira de uma cantora.

Iggy Azalea lutou muito para que esse trabalho ganhasse visibilidade, sendo assim aconselho a todos os fãs de música pop/rap a apoiarem nesta nova era.

#StreamInMyDefense


Nenhum comentário