Breaking News

Resenha crítica (37ª Edição): Anitta - "Versions of Me"

 


Após alterar nome, capa e conceito do disco, Anitta finalmente lançou seu novo álbum de estúdio intitulado "Versions of Me". O novo projeto da cantora conta com participações especiais de destaque de artistas como Cardi B, Kalhid e até mesmo Mr. Catra. 

Vamos analisar faixa a faixa logo abaixo:

1 - Envolver (100/100)
O álbum já começa com o mega hit  da era, que começou com desempenho tímido no inicio mas teve seu potencial reconhecido após um vídeo do TikTok viralizar a canção. No geral "Envolver" sempre soou como um hit instantâneo, que felizmente aconteceu mesmo que tarde.  

2- Gata feat. Chencho Corleone (50/100)

"Gata" é uma música bagunçada, o feat com Chencho Corleone foi desnecessário e apenas atrapalhou a coesão da canção. No entanto, se tirar tudo isso que eu falei e focar apenas na parte da Anitta a faixa se torna um hino (principalmente na parte do funk).

3- I'd Rather Have Sex  (100/100)

Em "I'd Rather Have Sex" Anitta nos entregou produção impecável, instrumental e vocais bem colocados. Talvez temos aqui uma das melhores do álbum, uma faixa pop em inglês trazendo referências ao funk. 

O fato de trazer referências ao funk traz mais identidade artística ao disco, pois em alguns momentos pode parecer de qualquer artista internacional em outras faixas, mas essa é claramente uma música da Anitta para qualquer um que ouça.

4- Gimma Your Number feat. Ty Dolla $ign (40/100)

Aqui temos o primeiro filler do álbum, depois da brilhante faixa anterior ele se apaga em "Gimma Your Number". O fato da música ter sample torna ainda mais preguiçosa, mas o que salva é a boa produção.

5- Maria Elegante feat. Afro B (60/100)

"Maria Elegante" é um reggaton básico, essa música também não é um dos grandes destaques do disco mas é melhor sua antecessor. O que mais enfraquece a faixa é o refrão imemorável. 

6- Love You (30/100)

Anitta tentou inovar na sonoridade com "Love You" após uma sequencia de faixas dançantes, ela é claramente a ponte para a próxima do álbum "Boys don't Cry". No entanto, essa é uma música totalmente pulavel, o maior filler o álbum.

7- Boys Don't Cry (100/100)

Um dos singles do disco e claramente uma ótima escolha, é uma música produzida de forma excelente, é uma grande faixa pop, atual, combina muito com os lançamentos de artistas mundialmente conhecidos como Dua Lipa, The Weeknd, entre outro. O único defeito é a falta de identidade artistica, podendo soar como de qualquer outra cantora (menos a Anitta). 

8- Versions of Me (100/100)

Essa é uma faixa que pode ser definida como "pop perfection", lembra muito as canções da Carly Rae Jepsen (que aliás está devendo um comeback). 

9- Turn It Up (80/100)

"Turn it Up" faz uma boa sequência das ótimas faixas anteriores, traz mais identidade artística e é bastante radiofônica. Não tem cara de grande hit, mas é gostosa de ouvir.

10- Ur Baby feat. Khalid (70/100)

Khalid pode ser um dos maiores nomes presentes nesse álbum, mas não entregou uma grande faixa. "Ur Baby" entrega produção linear e bons vocais apenas.

11- Girl Form Rio (100/100)

Hino injustiçado, dona do conceito original e descartado do álbum. Soa instantânea, atemporal e tem o que mais falta nas outras do álbum: identidade.  

12- Faking Love feat. Saweetie (60/100)

De longe o pior single do álbum, apesar de não ser ruim parece as tentativas anteriores de carreira internacional da Anitta (só que em inglês). No geral é totalmente descartável. 

13- Que Rabão feat. Mr Catra (70/100)

"Que Rabão" não é das melhores faixas do álbum, mas é bem funcional para quem estava esperando uma música em português.

14- Me Gusta feat. Cardi B (100/100)

Felizmente entrou pra tracklist do álbum, Anitta acertou muito nos singles desse álbum e essa música foi um dos maiores acertos. 

15- Love Me, Love Me (60/100)

O álbum encerra com "Love Me, Love Me", que é o mais próximo que temos de uma balada no disco. É bem produzida, mas ainda é fraca.

Considerações final

"Versions of Me" é um disco que introduz bem a Anitta ao mercado internacional, com excelentes singles e ótima produção. No geral a nota do disco é 75.



Nenhum comentário