Breaking News
recent

Anitta concede entrevista para a Billboard americana


Anitta que será o centro das atrações na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos concedeu uma entrevista para a revista Billboard, a mais importante do ramo musical do mundo. Confira a tradução:

Anitta nunca imaginou que performaria na cerimônia de abertura das Olimpíadas no Rio

Todos os olhos estarão voltados ao Brasil na sexta-feira quando as Olimpíadas 2016 se iniciam com uma cerimônia de abertura com 3 horas de duração, que terá a participação de superstars brasileiros Anitta, Caetano Veloso e Gilberto Gil liderando o espetáculo.

Performar num evento global como as Olimpíadas e dividir o palco com dois ícones da música é um sonho se tornando realidade para Anitta, que aos 23 anos se tornou a última sensação no Brasil. "Eu vim do gueto. Provavelmente ninguém lá imaginava que eu chegaria tão longe," ela disse a Billboard quando nos encontramos com ela apenas dois dias antes de sua apresentação.

Além de falar sobre os Jogos Olímpicos, Anitta também comentou sobre sua mais recente colaboração com o cantor colombiano Maluma, "Sim ou Não."

Estar apta a performar na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos é uma oportunidade única na vida. O que isso significa para sua carreira?

Estou muito feliz com essa oportunidade! Não pude acreditar quando descobri que fui convidada. O mundo inteiro estará assistindo, e isso é muito importante para mim. Eu vim do gueto no Brasil, onde nós não temos muitas oportunidades de carreira, então tenho certeza que minha família e as pessoas que vivem lá nunca imagiariam que um dia eu me tornasse uma cantora e estaria performando num evento como as Olimpíadas. Eu mal posso acreditar que está acontecendo!

Você pode compartilhar detalhes sobre sua apresentação, como o que você cantará ou vestirá?

Eu não posso falar muito sobre o que vou cantar, mas vai ser o tipo de música que fará as pessoas dançarem e música com bastante coreografia. Sobre o que eu vestirei, sempre uso roupas que façam me sentir livre já que vou me mover bastante. Também estarei dividindo o palco com dois dos maiores artistas brasileiros. Eles cantam samba e bossa nova, estilos bem diferentes do meu, mas eu acho que será uma mistura muito interessante, e as pessoas verão um pouco do que temos a oferecer.

O país pode não estar na fase mais favorável com essas confusões políticas, recessão econômica e violência interna, mas os brasileiros estão otimistas sobre receberem um evento tão importante como esse?

Sim. Nós temos uma série de problemas, porém o que mostraremos é que temos muita esperança, alegria e pessoas fortes. Temos pessoas muito poderosas e com um coração muito bom. Sabemos como recepcionar todos como um sorriso e damos boas festas. As pessoas vão celebrar, se sentirem bem e em casa.

Vamos falar sobre você e Maluma no vídeo sensual de "Sim ou Não". Como a colaboração se deu?

Eu venho gerenciando minha carreira por um tempo, e depois de atingir diversos objetivos aqui no Brasil, eu sabia que era a hora de fazer novos contatos e coisas maiores ou a nível internacional. Então comecei a pensar sobre qual deveria ser meu próximo passo, pesquisei, e me encontrei com outros artistas da indústria. Também perguntei para as pessoas na rua o que elas haviam escutado e quais artistas elas gostavam, e muitas delas mencionaram o Maluma, procurei algumas músicas dele e amei. Então, os fãs começaram a fazer montagens de nós dois juntos nas redes sociais e a pedir uma colaboração nossa. Nos seguimos nas redes sociais, ele notou que eu estava de férias em Orlando com minha família e me pediu para ir com ele a cerimônia do Premio Lo Nuestro em fevereiro. Então fui com ele, e foi aí que começamos a conversar sobre música. Depois enviei "Sim ou Não" a ele e pedi para que ele cantasse comigo. Ele amou a ideia, escreveu sua própria parte e então gravamos.

Qual sua próxima meta?

Bem, atualmente estou focada em promover o single com Maluma, depois continuarei planejando minha carreira internacional e analisando qual o melhor modo de concretizá-la. Além de continuar a empoderar mulheres e mostrar a elas que podem fazer seus sonhos se realizarem.
Ridval R. Ferreira

Ridval R. Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conteúdo de sites parceiros




Destaque do canal

Tecnologia do Blogger.