Lily Allen, Marina And The Diamonds e outros: Os famosos que criticaram o Tidal

"Tidal" o projeto mais ganancioso da indústria pop está dando o que falar, além do público em geral ter reprovado a ideia do aplicativo de stream online que pretende derrubar o Spotify (o vídeo promocional teve muito mais unlikes do que likes), alguns artistas muitos relevantes parecem não ter aprovado a ideia de Jay-Z. Esse é o caso de Lily Allen e Marina And The Diamonds.



Primeiro vamos falar de Lily Allen que parece que além de não ter gostado do aplicativo demonstrou-se bem irritada com a situação da música pop. A britânica usou o Twitter para criticar o Tidal, Jay Z, a indústria pop e até mesmo para zombar de Beyoncé. Confira:


"Eu realmente não dou a mínima para a indústria da música, bem eu me preocupo com alguns bons ovos que trabalham dentro disso e eu sou grata ao povo"

"Quem me ajudou a desenvolver como artista. Minha preocupação é que o Tidal possa boicotar artistas emergentes novamente. Hospedando exclusivamente coisas com o consentimento dos maiores."

"Estrelas do planeta numa plataforma paga, enquanto eu concordo com a sua intenção, eu temo que enviem de volta as pessoas para sites de material pirata."

"Wow, então se você co-escreveu algo de um artista, seu lucro é de 25%. E vamos encarar isso, provavelmente um pedaço maior do que 75% da maioria dos artistas."

"Vamos encarar isso. Jay Z gastou 60 milhões em um site. Ele provavelmente tem boas intenções a longo prazo, ele é um homem de negócios, embora,"

"Ele manobrou isso para as algumas pessoas auto importantes e iludidas o suficiente para dizerem isso de 'para o artista', papo furado enquanto ele segura o pessoal para conseguir alguma grana."

Na imagem: "deixe-os comer Drake". Esse bordão foi usado em uma famosa campanha publicitária americana, a qual um pato era ordenado a deixar um cão impostor fazer o que queria.

"Proteger uma forma de arte é quando você lança uma música escrita por outras pessoas e toma o crédito da publicação, porque seu nome está nisso." (Esse comentário ironiza Beyoncé, a qual recentemente se envolveu em uma polêmica de créditos de composição. Mais precisamente da faixa "Deja Vu", cujo a mesma ela supostamente não compôs, mas se creditou como principal autora da canção.)
A galesa Marina And The Diamonds também não gostou nada da ideia gananciosa de Jay-Z, quando questionada sobre o aplicativo a cantora foi direta "Nem todo mundo tem 240 dólares por ano para gastar em serviços de streaming" e soltou o verbo:


Eu vou ser totalmente honesta é talvez algumas pessoas vão me xingar, mas eu não baixei o Tidal. Sabe o que eu não gosto nele? Que ele soa como uma coorporação. Eu compraria se não fosse por Jay-Z e todos os outros caras. É claro que todos são realmente músicos respeitados, mas eles são globalmente homens e mulheres renomados nos negócios. Todos tem muito dinheiro. Pra mim, faria mais sentido se a mensagem fosse apoiar o artista, o que eu acho que está dentro da menagem deles, mas eles deviam incluir artistas como Beck, The Distillers ou The Maccabees – incluindo bandas que fazem um maravilhoso trabalho, mas que não estão no nível deles em termo de comercialização. A segunda coisa que me irrita é ‘#TIDALforAll’ (TIDALparaTodos). Para todos? Como se todo mundo tivesse 20 dólares por mês para gastar? Estão tentando me dizer que é algo democrático, positivo para todo mundo consumir musica… Só que não. Você não vai vender isso – você vai vender algo que custa 240 dólaras por ano. O que você pensa sobre isso?” O repórter diz que, para ele, o serviço é transparente, ou seja, é um negócio para deixar os ricos mais ricos ainda. Marina aproveitou para completar: “Por que todas as pessoas estão nisso? Por causa do dinheiro. Eles querem uma parte disso… Eu acho isso erado e eu SOU uma artista. Imagina se Jenny Lewis estivesse nisso ou todos os tipos de músicos estivessem no ‘clã’. Com mais pessoas, isso ia parecer como uma arte genuína, mas só com um monte de nome grande que roda o mundo inteiro é tipo ‘Hm, acho que não…’. Eu estava esperando para falar com alguém sobre isso faz 24 horas!”. Depois, a artista ainda twittou sobre sua opinião dizendo que “Meu objetivo não é criticar. Mas eu acho que os artistas deviam falar sobre isso… A pergunta que é deixo é “isso é sobre dinheiro ou arte?”
Jennifer Lopez não criticou o Tidal, mas fez a egípcia e disse que não sabia o que é. Confira:


Por mais que a entrevistadora insistisse no assunto, JLO continua falando que não sabe nada sobre o assunto. Não está perdendo nada.

About Ridval R. Ferreira

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.