Azalea Banks critica Pharrell Williams e Kendrick Lamar, e se compara á Lorde


A rapper Azealia Banks já atacou Iggy Azalea por “apropriação da cultura negra” e voltou a tocar no assunto, de certa forma, em sua entrevista para a revista Playboy. Capa da publicação, ela tirou a roupa e deu sua opinião sobre racismo nos EUA. “Na sociedade americana, o negócio é ser um negro não ameaçador”, analisou. “É por isso que você tem Pharrell Williams e Kendrick Lamar dizendo ‘como podemos esperar que as pessoas nos respeitem se nós não nos respeitamos?’. Ele está fazendo o papel bosta do negro não ameaçador, e é por isso que as mamães brancas dizem que o amam”.


Segundo Azealia, até mesmo Kanye West joga um pouco desse jogo – de pedir aceitação para “o mundo branco”. Ela prefere Jay Z. “Ele nunca jogou nenhum desses jogos, e é por isso que eu gosto dele”, disse. “Ele é a única pessoa que eu acompanho. A questão racial sempre aparece, mas eu quero chegar lá sendo muito negra, orgulhosa e barulhenta quanto a isso. Entende o que eu digo? Muitas vezes, você é uma mulher negra e orgulhosa disso, e é por isso que as pessoas não gostam de você”.


Azealia atrela a racismo o fato de muitas pessoas não gostarem dela. “É sempre sobre raça. A Lorde pode abrir a boca e falar um monte de besteiras sobre as outras vadias, e você nunca vai dizer que ela está com raiva. Se eu tenho algo a dizer, sou empurrada para o canto”, afirmou na entrevista.

About Ridval R. Ferreira

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.